Com 117 casos, RN apresenta 4ª maior taxa de homicídio de adolescentes do país

O Rio Grande do Norte é o quarto estado do país com maior número de jovens entre 16 e 17 anos de idade assassinados. O dado preocupante é do “Mapa da Violência 2015 – Adolescentes de 16 e 17 anos do Brasil”. No estudo, o estado potiguar aparece em 2013 com 117 vítimas de homicídio dentro dessa faixa etária.

Com taxa de homicídio de 98,1 por 100 mil habitantes, o RN figura no ranking nacional de óbitos de adolescentes em 2013 atrás dos estados de Alagoas (147,0), Espírito Santo (140,6), e Ceará (108,8).

Segundo a pesquisa, o índice de assassinatos de adolescentes no território potiguar no período levantado supera tanto a média da região Nordeste, que é de 76,0, quanto a do país, que é de 54,1.

Homicídios no Brasil

A fonte básica para a análise dos homicídios no país, em todos os mapas da violência até hoje elaborados, é o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde (MS).

As regiões Nordeste e Centro-Oeste assumem especial destaque pelas elevadas taxas de homicídio que ostentam: 73,3 e 65,3 por 100 mil adolescentes, respectivamente.

No Nordeste, os estados de Alagoas, Ceará e Rio Grande do Norte são os que pressionam para cima as taxas regionais. No Centro-Oeste, o Distrito Federal e Goiás.

As menores taxas são encontradas em Tocantins, Santa Catarina e São Paulo. Ainda assim, a menor taxa do país, a de Tocantins, com 11,4 homicídios por 100 mil adolescentes de 16 e 17 anos, pode ser considerada muito elevada, ultrapassando o patamar considerado epidêmico de 10 homicídios por 100 mil.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!