Home Notícias Brasil RN Clínica escola atende pacientes com Microcefalia

Clínica escola atende pacientes com Microcefalia

Publicidade

Clínica escola atende pacientes com Microcefalia
Foto: Agência Brasil
0
Publicidade

A microcefalia é uma das doenças que mais tem preocupado a população nos últimos meses. O aumento no número de casos confirmados, deixa em alerta autoridades com relação ao desenvolvimento das crianças diagnosticadas. Pensando nisso, a Faculdade Maurício de Nassau, em Natal, iniciará ainda neste semestre as atividades do Centro de Reabilitação e Pesquisa em Microcefalia, ação pioneira neste segmento em uma instituição particular do Estado.

A iniciativa visa pesquisar a doença, oferecer orientação e tratar pacientes desde os primeiros meses de nascimento, realizando a estimulação precoce dos bebês e minimizando os efeitos da alteração que provoca atraso no desenvolvimento neuropsicomotor da criança. O trabalho será concentrado na Clínica Escola da Faculdade Maurício de Nassau e as famílias terão um acompanhamento multidisciplinar em diversas áreas.

“Nosso projeto vai atender desde as questões de saúde com cursos como Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, Biomedicina, Educação Física e Odontologia; passando por questões psicoeducacionais, com a Psicologia e a Pedagogia; e até sociais com os cursos de Direito e Serviço Social”, explica o coordenador geral do projeto, Jourdan Galvão. Uma reunião realizada na noite da quinta-feira (28) com representantes do corpo docente da faculdade definiu as primeiras diretrizes do projeto que vai atuar em várias frentes, promovendo inclusive eventos de esclarecimento e debate com a população.

A partir de março, a Clínica Escola já inicia o cadastramento de famílias interessadas em receber o atendimento. Eles preencherão um questionário social e serão encaminhados para os diversos serviços da área de Saúde e, até mesmo, o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) quando houver questões sociais envolvidas. A Clínica fica localizada na Rua Dr. José Bezerra, nº 600, bairro de Barro Vermelho. O telefone para contato é (84) 99833-3564.

A ação será um apoio às famílias que enfrentam o problema da microcefalia, cujos casos têm aumentado consideravelmente no estado. No ano passado, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), foram notificados 183 casos suspeitos de microcefalia relacionados a infecções congênitas no Rio Grande do Norte. Até a terceira semana de 2016, foram 25 casos totalizando 208 ocorrências até o momento. Destes, 60 tiveram confirmação de relação com o Zyka virus, sendo que a maioria deles está em Natal.

O QUE É MICROCEFALIA

É uma alteração onde o bebê nasce com o crânio menor do que o normal após os 9 meses de vida. O parâmetro da Organização Mundial de Saúde é de que o diâmetro do crânio de um recém-nascido tenha no mínimo 33 centímetros.

Quer saber mais sobre o que é Microcefalia, o que causa e como identificar? Dá uma conferida em nossa matéria mais detalhada sobre a Microcefalia.

 

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!