Home Notícias Saúde Cientistas alertam para ‘superbactéria’ fatal que está se espalhando rapidamente pelo mundo

Cientistas alertam para ‘superbactéria’ fatal que está se espalhando rapidamente pelo mundo

Publicidade

Cientistas alertam para ‘superbactéria’ fatal que está se espalhando rapidamente pelo mundo
Foto ilustrativa / Hospital of Monfalcone
0
Publicidade

Cientistas alertam para uma nova ‘superbactéria’ que poderia destruir a humanidade e já atingiu a Europa. Registrada primeiramente na China no mês passado, ela é imune aos antibióticos mais poderosos. A ‘superbactéria’ resistente a todos os métodos de tratamento atuais chegou na Europa através do frango e causa uma pneumonia impossível de curar, informa o jornal The Sun.

O primeiro caso foi registrado na Dinamarca, onde um paciente foi internado recentemente. A análise demonstrou que a bactéria que afetou o cidadão dinamarquês é uma nova versão letal de bactérias do tipo ‘E. coli’, que contém um gene mutante conhecido como MCR-1 e é resistente aos antibióticos mais potentes, incluindo a colistina.

As opiniões entre a comunidade científica a respeito de um possível tratamento para a nova superbactéria e sobre o que o futuro reserva para nós, são divergentes. Cientistas dinamarqueses acreditam que os médicos podem tentar misturar várias drogas buscando uma combinação para matar as bactérias. Enquanto isso, especialistas da Universidade de Birmingham estão menos otimistas e dizem que é apenas uma questão de tempo para aparecer combinações piores da ‘superbactéria’.

Um dos especialistas da Universidade de Birmingham alertou que a medicina poderá voltar “a idade das trevas”. Os pesquisadores classificaram a situação como “alarmante” e disseram que milhões de pessoas podem ficar sem defesa contra doenças comuns, tais como intoxicação alimentar e pneumonia.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!