Home Notícias Ciência Cientista diz que é possível viajar no tempo

Cientista diz que é possível viajar no tempo

Cientista diz que é possível viajar no tempo
Ronald Mallet
0

Durante muito tempo o homem busca viajar no tempo, se é possível ou não, o primeiro passo já foi dado. Se construir uma máquina do tempo, uma vez conectado, a primeira coisa que você vai receber é uma mensagem do futuro. Assim acredita Ronald Mallet, um físico teórico da Universidade de Connecticut. As informações são do Actualidad RT.

Os cálculos de Mallet não indicam que o dispositivo terá grandes dimensões ou um aspecto semelhante a um elevador, como nos mostra a literatura e o cinema de ficção científica . Ela pode consistir simplesmente de um feixe de laser que permite utilizar a energia da luz para dobrar o tempo. Isso pode ser obtido através de espelhos e instrumentos ópticos devidamente posicionados, acredita o cientista.

Durante um tempo, o cientista investigou buracos negros porquê acreditava que saber mais sobre eles nos permitiria compreender melhor a viagem intertemporal, mas agora admite que usou esses estudos dos objetos celestes, em parte, “como uma cobertura”, disse ele ao site Guardian Liberty Voice . A razão é que, em seguida, falar sobre a viagem no tempo foi considerada coisa de louco. De qualquer forma, ficar reproduzindo as condições de buracos negros na Terra ajudaria a avançar no estudo da viagem no tempo, pois acredita-se que o espaço-tempo é entrelaçado em torno desses objetos espaciais.

Mallet insiste em que a sua pesquisa é limitada à cálculos matemáticos teóricos e a construção do aparelho correspondem a físicos experimentais. Certifique-se, porém, que quando se avança ou volta no tempo não há nada de improvável, desde que haja disponível uma máquina do tempo conectada como um ponto de partida e ponto final.

O primeiro ‘viajante’ no tempo seria os códigos binários, capaz de transmitir qualquer objeto em forma virtual. Nesta fase, não se pode falar em enviar uma mensagem para o período Jurássico , já que os dinossauros não poderiam decifrar códigos binários.

Se a máquina a laser estiver ligada durante 200 anos consecutivos seria possível enviar mensagens binárias para qualquer ponto dentro desse período de dois séculos, diz o professor. Entretanto, é improvável que esta máquina hipotética possa ser usada para visitar nossos parentes futuros durante o fim de semana ou fazer amizade com os homens pré-históricos. O mais provável é que seu acesso seja restringido a ser utilizado para evitar desastres naturais.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!