Home Notícias Economia Brasil poderá conquistar primeiro gigawatt de energia solar em 2017

Brasil poderá conquistar primeiro gigawatt de energia solar em 2017

Publicidade

Brasil poderá conquistar primeiro gigawatt de energia solar em 2017
Foto: Divulgação
0
Publicidade

O mercado brasileiro de energia solar deverá registrar uma série de movimentações em 2017. A entrada em operação usinas contratadas nos últimos anos e as diversas negociações envolvendo aquisições de empreendimentos deverão impulsionar o setor, que aos poucos cresce no país, mas tem grande potencial a ser explorado.

De acordo a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), espera-se que o país alcance ainda este ano a marca de 1GW (gigawatt) em capacidade instalada em usinas fotovoltaicas, patamar registrado em apenas pouco mais de 20 países.

Para o futuro, além do crescimento por meio das grandes usinas, o potencial do Brasil para a instalação de placas solares em telhados vem ganhado destaque no mercado, segmento em que o número de adeptos disparou, com alta de mais de 300% em 2016.

No Rio Grande do Norte, a produção de energia elétrica através de placas fotovoltaicas ainda é tímida. Segundo dados levantados pelo Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), o estado conta com 2.508 MW (megawatt) de potência instalada em operação e espera-se mais 206 MW em potência contratada, ou seja, energia que será gerada a partir de novos projetos contratados nos últimos leilões.

Essas e outras questões envolvendo o setor fotovoltaico serão debatidos durante o SolarInvest 2017 – 9º Encontro de Investidores em Energia Solar, no dia 8 de fevereiro em Natal, Rio Grande do Norte. A capital do estado líder brasileiro em geração eólica, reunirá governantes, executivos e profissionais do mercado fotovoltaico para discutir o aprimoramento da regulamentação e o desenvolvimento da geração de energia solar no Brasil.

Serão debatidos temas como o potencial econômico na cadeia de produtos e serviços, a vocação e função da energia solar centralizada na matriz elétrica nacional, os efeitos projetados para o advento dos telhados solares, e exemplos de empreendedorismo no setor fotovoltaico.

O evento contará com a presença de órgãos, instituições e empresas como Governo do Estado do Rio Grande do Norte, FIERN, IFRN, Absolar, Eletrobras, BNDES, Apex, Enerbras, New Energy, dentre outros.

O SolarInvest2017 é uma realização do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) e a empresa Viex Américas. A programação completa e inscrições podem ser realizadas no site do evento pelo endereço: www.viex-americas.com/conferencias/solarinvest/.

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!