Bomba mata governador de província do Iêmen; EI assume atentado

(ANSA) – Uma explosão matou neste domingo (6) o governador da província de Aden, no Iêmen, em um atentado assumido pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis), de acordo com fontes locais. Gaafar Mohamed Saad estava a bordo de um veículo escoltado quando foi atingido por uma bomba perto do bairro de Rimbaud.
Seis guarda-costas do governador também morreram na ação.

Em uma declaração publicada na internet, supostos membros do EI dizem que a bomba foi colocada em um carro parado na rota pela qual o comboio do governador passou. No mesmo texto, os jihadistas chamam Saad de “tirano” e prometem realizar “operações para cortar as cabeças do poder” de todos os “chefes infiéis” do Iêmen. O Estado Islâmico já assumiu ataques que mataram cerca de 160 pessoas no Iêmen somente neste ano. O país atualmente sofre com combates entre forças do governo, apoiadas pela Arábia Saudita, e rebeldes xiitas houthis, que controlam a capital Sana.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!