Home Notícias Mundo Boko Haram assume ataque a Baga e ameaça vizinhos da Nigéria

Boko Haram assume ataque a Baga e ameaça vizinhos da Nigéria

Boko Haram assume ataque a Baga e ameaça vizinhos da Nigéria
Foto: BOKO HARAM / AFP
0

O líder do grupo extremista nigeriano Boko Haram, Abubakar Shekau, reivindicou o ataque à cidade de Baga, que deixou cerca de dois mil mortos no início de janeiro. O anúncio foi feito em um vídeo divulgado na terça-feira (20), no qual Shekau também ameaçou atacar Níger, Chad e Camarões.

“Matamos o povo de Baga. Matamos tal como nosso Deus pediu para fazermos em seu Livro”, declarou Shekau na gravação do vídeo.

No vídeo, Abubakar Shekau aparece diante de quatro caminhonetes e ao lado de oito homens armados e com os rostos cobertos. “Não vamos parar. Isto não foi nada, vocês vão ver”, disse o líder do Boko Haram sobre o massacre de Baga, qualificado pela Anistia Internacional como ‘o maior e mais destruidor’ ataque nos seis anos de revolta do grupo islâmico.

Dirigindo-se ao Níger, Chad e Camarões, que enviaram tropas para combater o Boko Haram, Abubakar Shekau exibiu armas pesadas e disse: “Reis da África, já vão tarde. Desafio vocês a me atacarem agora. Estou preparado”.

Nesta terça-feira (20), diversos países iniciaram uma reunião em Niamey para discutir a luta contra o Boko Haram. Entre os participantes figuram os chanceleres ou ministros da defesa de seis países africanos – Benin, Camarões, Guiné Equatorial, Níger, Nigéria e Chade – e representantes de Alemanha, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia.

Desde 2009, a insurreição islâmica e sua repressão pelas forças nigerianas deixaram mais de 13.000 mortos e 1,5 milhão de refugiados.

BOKO HARAM

Início

De acordo com analistas do Council on Foreign Relations (CFR), o grupo se formou nos idos de 2002 em Maidguri, capital do estado de Borno. Na época, era liderado por um extremista chamado Mohammed Yusuf.

Nome original

O nome original do grupo é “Jama’atu Ahlis Sunna Lidda’awati Wal-Jihad” que, segundo a rede de notícias CNN, significa “pessoas comprometidas em propagar os ensinamentos do profeta e o jihad”. Ganhou o apelido de “Boko Haram” que pode ser traduzido como “educação ocidental é pecado.”

Objetivo

A ideia do Boko Haram é a de consolidar a Nigéria como um país islâmico com a instalação de tribunais especializados na aplicação da sharia, as leis islâmicas.

Táticas

Segundo reportagem do jornal britânico The Guardian, a estratégia do grupo é composta por três pilares: explosões em cidades de médio e grande porte, ataques por terra em cidades pequenas e vilarejos rurais e invasões em delegacias e bases militares.

Meios de financiamento

Ainda de acordo com o The Guardian, as principais fontes de renda do grupo são sequestros e o consequente pagamento de resgates, assaltos a bancos e saques em delegacias e bases militares para a obtenção de armas.

Laços com outros grupos terroristas

Nos últimos anos, analistas relataram que os ataques do Boko Haram e a forma como o grupo se organiza foram se sofisticando, o que sugere que seus militantes contam com alguma ajuda externa.

Para o governo dos Estados Unidos, há indícios de que os militantes nigerianos tenham laços com braços do Al Qaeda na região (Al Qaeda do Magreb Islâmico e Al Qaeda na Península Arábica) e também com os somalianos do al-Shabab.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!