Bebê morre ao ser ‘esquecida’ em carro pela mãe na Itália

Menina de 16 meses ficou no veículo por cerca de 6 horas debaixo de um sol forte e não resistiu

(ANSA) – Uma criança de 1 ano e 4 meses morreu na tarde desta quarta-feira, dia 7, ao ser “esquecida” dentro do carro pela sua mãe na cidade italiana de Castelfranco di Sopra, na região de Abruzzo. Ilaria Naldini, secretária municipal de 39 anos, estacionou o veículo na praça em frente à Prefeitura e deixou a filha dentro do carro com as janelas fechadas das 8h até cerca das 14h debaixo de um sol forte.

A mulher afirmou aos policiais que iria levar a menina para a creche antes de ir para o trabalho, mas que acabou se esquecendo da tarefa e foi direto para seu emprego. Já de tarde, Naldini voltou ao carro e descobriu que sua filha ainda estava nele, já sem vida. Com o que foi definido por testemunhas que presenciaram a cena como um “grito desolador” da mãe, algumas pessoas tentaram reanimar a criança, primeiro com um desfibrilador da própria Prefeitura e depois com os equipamentos de uma ambulância. No entanto, a menina não resistiu.

Segundo um estudo publicado na revista “Pediatrics” da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, em um dia quente como o que foi registrado na cidade italiana, que passou dos 30 °C, a temperatura interna de um veículo fechado pode chegar em uma hora a 54 °C, insuportável até para um adulto. Considerada uma mãe atenciosa e amorosa por amigos e familiares, Naldini havia publicado poucos dias atrás em seu Facebook um link de um artigo de jornal intitulado “Maternidade e trabalho: porque as mulheres não conseguem mais fazer isso”, o que pode indicar que a mulher estava esgotada com as responsabilidades domésticas e profissionais.

Agora, contudo, a italiana enfrentará as acusações de homicídio culposo e abandono de menores, além da perda em si da sua filha.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!