Atacadão quer instalar mais três unidades da rede no RN

O governador Robinson Faria recebeu na manhã desta quarta-feira (27) o gerente Regional Comercial Nordeste do Atacadão, Abrahão Ângelo. O encontro teve como objetivo apresentar ao governador a proposta de instalação no Rio Grande do Norte de mais três unidades da rede brasileira de supermercados atacado-varejista, pertencente ao grupo Carrefour.

Na reunião, o governador apresentou um panorama dos investimentos feitos no Estado com o intuito de trazer o desenvolvimento para a região, como a promulgação da lei do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte (Proadi), que assegura a concessão de financiamento às industrias, a redução de ICMS do querosene para a aviação, o que resultou na vinda de novos voos, movimentou o setor turístico do Estado e elevou a cidade de Natal para o segundo melhor destino turístico do RN, a agilidade nas liberações de licenças ambientais, dentre outras ações.

Robinson informou, ainda, que, de acordo com pesquisas divulgadas pela Fecomércio, os investimentos realizados pela atual gestão geraram em 2015 um incremento de R$ 1,5 bilhão no comércio do Estado. “O que depender do governo do Estado nós vamos fazer para fortalecer a nossa economia e gerar mais emprego e renda para a população do Rio Grande do Norte”, afirmou Robinson Faria.

O Atacadão está no Estado há 11 anos e hoje conta com três lojas, duas na capital e uma em Mossoró. A rede está com um plano de expansão voltado para o Nordeste e com a instalação das três novas unidades no Rio Grande do Norte, a empresa espera gerar mais de 1,5 mil empregos diretos e 5 mil indiretos.

“Escolhemos o Rio Grande do Norte para instalar essas novas unidades porque acreditamos no desenvolvimento da região e também em função das ações da nova gestão que trouxeram para o setor boas propostas com bons incentivos”, disse Abrahão Ângelo.

O governador sugeriu marcar uma reunião com os secretários de Desenvolvimento Econômico e Tributação, e com a AGN, o Idema e o Corpo de Bombeiros para estudar as prospecções de áreas, licenças ambientais, e assuntos pertinentes à instalação das unidades. O consultor Márcio Mendes também participou do encontro.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!