Home Notícias Variedades Arqueólogos encontram as ferramentas mais antigas do mundo

Arqueólogos encontram as ferramentas mais antigas do mundo

Arqueólogos encontram as ferramentas mais antigas do mundo
Imagem: MPK-WTAP
0

(ANSA) – Foram descobertas no Quênia as ferramentas mais antigas do mundo. Acredita-se que os utensílios, encontrados por uma equipe liderada pela arqueóloga Sonia Harmand, da Universidade Stony Brook, em Nova York, datem de 3,3 milhões de anos atrás.

O estudo, publicado na revista científica “Nature”, descobriu que a construção dos primeiros objetos do gênero aconteceu 700 mil anos antes do que se achava. O desenvolvimento desses instrumentos, como pedras afiadas para cortar raízes ou carnes e “bigornas” para quebrar ossos e nozes, foi um passo essencial para a evolução do homem.

As ferramentas foram encontradas no sítio arqueológico Lomekwi 3, no noroeste do país africano, próximo ao lago Turkana. O grupo de pesquisadores fez a descoberta por acaso, quando seus integrantes se perderam enquanto buscavam outro local. A equipe também descobriu que os utensílios foram feitos antes do surgimento do Homo Habilis, chamado assim justamente por ser capaz de criar objetos. Esses homens foram os responsáveis pelo aparecimento dos instrumentos que eram considerados os mais antigos, que datavam de 2,6 milhões de anos atrás.

“Já há muito tempo, os paleontólogos ofereceram a hipótese, baseada em provas arqueológicas e evolutivas, de que os primeiros utensílios em pedra poderiam ser mais antigos que os exemplares conhecidos”, afirmou o professor da Universidade Hebraica de Jerusalém, Erella Hovers. “Aqueles encontrados até agora eram, de fato, muito bem feitos para serem os primeiros experimentos do gênero”, acrescentou.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!