Home Notícias Brasil RN Natal Após invasão ao Morro do Careca, fiscalização será reforçada

Após invasão ao Morro do Careca, fiscalização será reforçada

Publicidade

Após invasão ao Morro do Careca, fiscalização será reforçada
Foto: Rafael Barbosa/NOVO
0
Publicidade

Nos últimos dias, circularam nas redes sociais fotos e vídeos com pessoas subindo o Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, maior cartão postal de Natal. Por ser uma área de proteção ambiental desde 1997, não é permitido a circulação de pessoas no local para evitar a erosão da duna e a deterioração da vegetação.

Diante dessa realidade, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) se reuniram e definiram uma parceria para evitar que novos casos desse tipo continuem acontecendo.

“Assumimos o compromisso de intensificar o monitoramento no morro através das câmeras do CIOSP (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública), principalmente na maré baixa, onde aumenta o cometimento do crime ambiental naquele local. Sendo identificado o infrator, o CIOSP registrará uma ocorrência e encaminhará a CIPAM (Companhia Independente de Proteção Ambiental) ou na ausência da mesma, a outra unidade mais próxima”, explicou o major Júlio César Vilela, coordenador do CIOSP.

Já o Idema ficará responsável pela confecção de placas informativas que serão colocadas nos arredores do morro, informando a proibição e penalidades de subir no local. “Solicitamos a reunião com a Sesed para juntos tomarmos medidas mais enérgicas em relação à fiscalização do Morro do Careca. É importante que as pessoas tenham a consciência de que subir no morro é proibido e quem desobedecer, estará sujeito à multa e prisão”, afirmou Rondinelle Oliveira, diretor geral do Idema.

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato (contato.portaln10@gmail.com) para solicitar a matéria!