Após fim de surto, Serra Leoa registra novo caso de ebola

(ANSA) – Um dia após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar o fim da epidemia de ebola, autoridades de Serra Leoa confirmaram ter detectado o vírus em um cadáver depois de ter realizado exames. O porta-voz da Secretária de Segurança Nacional do país, Francis Langoba Kelly, informou, em entrevista a uma rádio local, que se tratava de uma mulher de 22 anos, que morreu no começo do mês no norte do país.

Kelly, no entanto, destacou que o país está muito preparado e que o risco de um novo surto é baixo. Quase 4 mil pessoas morreram em Serra Leoa antes de o país ser declarado livre da epidemia, no começo de novembro.

O último surto da doença, que teve início no final de 2013, deixou cerca de 11.300 mortos, em sua maioria no continente africano. O país com o maior número de vítimas fatais foi a Libéria, com 4.809, seguida por Serra Leoa (3.955) e Guiné (2.536). Também ocorreram mortes na Nigéria (oito), no Mali (seis) e nos Estados Unidos (uma) e contaminações em Itália, Senegal, Espanha e Reino Unido (uma cada).

O “paciente zero” do surto havia sido notificado no dia 6 de dezembro de 2013 na Guiné. Um bebê havia contraído o vírus diretamente de um morcego infectado.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!