Home Notícias Mundo Apontado como mentor de ataques em Paris, terrorista morre em operação

Apontado como mentor de ataques em Paris, terrorista morre em operação

Apontado como mentor de ataques em Paris, terrorista morre em operação
0

Apontado como mentor dos ataques terroristas de Paris, o belga Abdelhamid Abaaoud está morto, informou nesta quinta-feira (19) a Procuradoria de Paris. No total, 129 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas nos atentados. O Estado Islâmico reivindicou sua autoria.

Abaaoud morreu durante operações da polícia francesa em Saint-Denis nesta quarta-feira (18) – seu corpo foi encontrado dentro do apartamento onde ocorreu a ação policial. O corpo crivado de balas foi encontrado ao fim da operação no apartamento onde um grupo de jihadistas se entrincheirou, e a identidade foi determinada graças às impressões digitais, explicou a procuradoria.

terrorista_morto

“Abdel Hamid Abaaoud acaba de ser formalmente identificado, depois da comparação das impressões papilares (impressões digitais das mãos ou pés), como falecido no decorrer da operação realizada pela RAID (unidade de elite da polícia francesa) na rua Corbillon de Saint-Denis na noite de 18 de novembro”, afirma um comunicado oficial.

A polícia francesa também confirmou que a mulher que morreu na mesma operação era prima. Ela se explodiu após a ação policial. Os dois foram os únicos mortos na ação- outras oito pessoas foram presas. Segundo a emissora CNN, Abaaoud seria próximo do líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, e provavelmente era a ligação entre a liderança do grupo jihadista e seus integrantes na Europa.

O Exército francês havia tentado matar Abaaoud antes dos atentados, em outubro, durante bombardeios contra um campo de treinamento do Estado Islâmico para combatentes estrangeiros em Raqqa, na Síria, segundo fontes francesas. O premiê francês, Manuel Valls, parabenizou a eliminação do suspeito. “Abaaoud, o cérebro desses atentados – um dos cérebros dos cérebros, porque sabemos que precisamos ser prudentes – se encontra entre os mortos”, declarou diante dos deputados franceses.

Com informações do G1 e da BBC Brasil

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!