Home Notícias Esporte Advocacia Geral da Espanha pede prisão de Messi por suposta fraude

Advocacia Geral da Espanha pede prisão de Messi por suposta fraude

Advocacia Geral da Espanha pede prisão de Messi por suposta fraude
Foto: Reprodução
0

(ANSA) – A Advocacia Geral da Espanha pediu 22 meses de prisão para o jogador Lionel Messi por uma suposta fraude de 4,1 milhões de euros e mais dois delitos fiscais, informou o jornal “Sport” nesta quinta-feira (08). Seu pai, Jorge Horacio, responderá pelo mesmo crime. Segundo a publicação, o juiz titular de primeira instância do tribunal número 3 de Gavà, em Barcelona, decidiu pela abertura do processo e deve marcar a audiência em breve.

O jogador terá que responder ao caso mesmo com o fato da Procuradoria ter informado que não acredita que o atleta sabia do esquema de corrupção criado por seu pai. Mesmo com o parecer do procurador, o juiz decidiu abrir o processo contra o Messi e indiciou o argentino como “co-autor” do crime. Na terça-feira (06), o Ministério Público de Barcelona havia arquivado a denúncia contra o jogador por considerar que ele não tinha participação no esquema.

A investigação contra os dois argentinos começou em 2013, após uma denúncia do “El País”. Os procuradores conseguiram comprovar que Jorge Horacio criou um sofisticado esquema de empresas de fachada e de inventar contratos de prestação de serviço para justificar despesas em paraísos fiscais com o único intuito de sonegar impostos de contratos publicitários assinados por Messi. Ao todo, o jogador assinou documentos no valor de 10,1 milhões de euros entre os anos de 2007 e 2009 e teria sonegado 4,1 milhões em impostos.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!